Classificação Final da VII Invernada da Trova

_FINAL Estilo Campeiro:

1º Lugar: Macedinho – São Gabriel
2º Lugar: José Estivalet – Porto Alegre
3º Lugar: Cravinho – São Gabriel
4º Lugar: Luciano Quines – Santana do Livramento

Estilo Gildo de Freitas:
1º Lugar: Jadir Oliveira – Portão
2º Lugar: João Barros – Júlio de Castilhos
3º Lugar: Welson Oliveira da Luz (Peá da Bossoroca) – Sapucaia do Sul
4º Lugar: Diomar Almeida – Alegrete

Estilo Martelo:
1º Lugar: Leôncio Amaral – Osório
2º Lugar: Adão Bernardes – Novo Hamburgo
3º Lugar: João Benito Soares Arena – Gravataí
4º Lugar: Celso Oliveira – São Leopoldo

Disputa da Trova Gildo de Freitas entre João Barros e Jadir Oliveira
Disputa da Trova Gildo de Freitas entre João Barros e Jadir Oliveira

O Futuro da trova

Mostrando a admiração, o renomado trovador José Estivalet se ajoelha para cantar com o garoto Rian

Mostrando a admiração, o renomado trovador, José Estivalet se ajoelha para cantar com o garoto Rian

Mostrando que a futura geração de trovadores gaúchos começa cedo nos primeiro passos da arte, o garoto alegretense, Rian de 5 anos, filho do trovador Diomar desafiou José Estivalet. Cantando, o menino demonstrou que o dom de trovador está em suas veias e a idade é um mero detalhe para chegar aos festivais.

Abertura oficial do evento

Comissão julgadora

  Comissão julgadora, Luiz Sodré, Reneu Machado, Volnei Correa (esq. p/ dir.)

Às 17h45min. Zequinha Silva fez a abertura oficial da VII Invernada da Trova chamando os trovadores para uma pajada que enalteceu a Terra de Júlio de Castilhos em homenagem aos seus 122 anos de emancipação políticoadministrativa. A solenidade foi marcada pela presença de autoridades como a Prefeita, em exercício, Vera Dalcin e o Vice Geraldo Ozelame.

Com 37 competidores, o evento mais uma vez se colocou entre os maiores festivais de trova do Estado do Rio Grande do Sul.

Trovadores fazem a abertura do evento com uma pajada coletiva.

Trovadores fazem a abertura do evento com uma pajada coletiva.

Em sua fala, a Prefeita declamou um verso se integrando ao grupo de artistas referindo-se ao valor cultural que a modalidade artística representa.

Fase local da VII Invernada da Trova

Troféu da VII Invernada da Trova de Júlio de Castilhos

Troféu da VII Invernada da Trova de Júlio de Castilhos

Teve início a VII Invernada da Trova de Júlio de Castilhos na manhã do dia 06 de julho de 2013. Os trovadores locais subiram ao palco para a eliminatória local do evento, quando se classificaram:

  • Alberi Arrojo da Rosa
  • João Francisco dos Santos Pacheco
  • Júlio Juarez Pereira de Freitas
  • Carlos Alberto Pereira de Salles

O QUE É TROVA?

Trova inicialmente era qualquer poema ou canção, chamando-se trovador o poeta — ou vate —, aquele que declamava a trova.

Depois, passou-se a chamar trova a forma fixa que hoje é empregada, isto é, o poema autônomo de quatro versos em redondilha maior.

Redondilha é o nome dado, a partir do século XVI, aos versos de cinco ou sete sílabas — a chamada medida velha. Aos de cinco sílabas dá-se o nome de redondilha menor e aos de sete sílabas, de redondilha maior.

A redondilha foi muito utilizada pelos poetas do Cancioneiro Geral, de Garcia de Resende e por Camões.

VII Invernada da Trova – Ano de 2013

Anuncio-10X10-IT2013

Nestes dias 06 e 07 de julho a cultura e a tradição do Rio Grande do Sul expressa em versos repentes de primeira linha. Uma festa reconhecida em todo o Rio Grande do Sul, que em sua sétima edição vem, mais uma vez dar a prova de valor de tudo aquilo que nos representa nas artes, na lida do campo, nos costumes campeiros e nas cidades e que faz do nosso povo um povo aguerrido e bravo com nenhum outro. Vem pra cá gauchada!